Tipos de Chips e Compostos mais utilizados:

          Tipos de Chips:

1. Chips Plásticos:

     Fabricados com resinas plásticas que levam como carga sólida abrasiva pó de quartzo ou óxido de alumínio com granulometrias diversas.

     Possuem vários formatos e tamanhos que possibilitam alternativas adequadas a cada aplicação

2. Chips Cerâmicos:

     Produzidos em material cerâmico com ou sem carga abrasiva que neste caso é o óxido de alumínio.

3. Cerâmicos Abrasivos:

     Geralmente utilizados para desbastes mais agressivos. São chips mais duros que os plásticos e possibilitam o uso de uma carga abrasiva mais grossa.

4. Cerâmicos não-abrasivos:

     Utilizados para processos de limpeza de peças.

5. Porcelana de alta alumina:

     São chips com maior peso específico e com superfície praticamente isenta de poros, o que possibilita seu uso para nivelamento superficial e abrilhantamento de peças.

6. Chips Metálicos:

     Recomendados somente os confeccionados em aço inoxidável. São utilizados para limpeza e alto brilho em peças. Também removem o corte de peças estampadas como talheres, peças técnicas, arruelas, bijuterias, etc.

     É muito utilizado o aço inoxidável AISI 420 por possibilitar uma posterior têmpera dando maior dureza aos chips.

7. Grãos Vegetais e Outros:

     Muito utilizados para o polimento de peças e em particular para a secagem como o caso do granulado de sabugo de milho.

Tipos de Compostos Químicos:

     São diversos os compostos químicos utilizados nos processos de vibroacabamento, cada um desempenhando funções específicas para cada material a ser tratado, como desengraxe, limpeza, decapagem ou mesmo passivação.

     Esses compostos podem ser em pó, líquidos, pastosos e podem desempenhar mais de uma função em um único produto.